sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Dia do Porto: A cidade de Eugénio

Foto: José Magalhães

Cidade

Meti-me por setembro fora, a caminho do fulgor das maçãs, deixando para trás os bruscos golfos da tristeza e uma luz de neve quebrada de vidraça em vidraça.
Contemplava a cidade das pontes pela última vez, envolvida por lençóis encardidos e uma névoa que subia do rio para lhe morder o coração de pedra.
Era um burgo pobre, sujo, reles até - mas gostaria tanto de lhe pôr um diadema na cabeça.

Memória Doutro Rio, Porto, Limiar, 1978.




2 comentários: